Quando Colin Chapman teve a ideia de criar automóveis desportivos de competição em 1952 não esperava que a Lotus apaixonasse tanto vários motoristas por todos os cantos do mundo. A gama Lotus não só se tornaria ampla, como também conseguiu demarcar-se das restantes marcas pela produção exclusiva de roadsters.

 

Integrante do grupo Zhejiang Geely Holding Group, a produtora britânica mantém a sua sede em Hethel, uma pequena cidade de Norfolk na Inglaterra onde habitualmente surgem novos modelos, que aos poucos podem ser vendidos em segunda mão. Desta forma, descubra com atenção as ofertas de carros usados Lotus do momento e quais as suas principais características.

Gama Lotus de segunda mão

A gama Lotus de segunda mão não só tem preços mais baixos como também apresenta as melhores condições e continua a usufruir dos princípios defendidos pelo engenheiro Colin Chapman: “engenharia renovada, tecnologias de ponta e materiais avançados e leves”.

 

Dentro dos automóveis Lotus em segunda mão encontra algumas versões do Lotus Elise, que começou a ser comercializado em 1996 e que nos dias de hoje é ainda um êxito não só nas vendas, como no cumprimento dos valores da marca. O seu grande destaque é mesmo a leveza dos materiais, incluindo os do motor, comprovando que um automóvel não precisa de elevada potência para conseguir atingir o melhor comportamento nas estradas.

 

Destaque ainda o Lotus Exige, uma versão coupé do Elise e que está à venda desde 2000, ou também para o Lotus Evora, uma versão apresentada em 2008 e que melhorou a todos os sentidos, quer no seu exterior como no interior.

Lotus Elise Sport 220 usado

O Lotus Elise Sport 220 apresenta-se como um roadster de 2 portas, pequeno mas largo – de comprimento tem 3,8 metros, enquanto que de largura fica-se pelos 1,7 metros -, que mesmo com caráter desportivo pode ser perfeitamente utilizado nos circuitos citadinos. Os motores modernos de quatro cilindros e a caixa de transmissão manual de 6 velocidades garantem a combinação perfeita de potência e aderência ao solo. Com controlo excepcional, bem como conforto e qualidade de condução, o Elise não poderia ser de outra marca senão da Lotus.

Lotus Exige Sport 350 usado

Disponível aos melhores preços do mercado de usados, o Lotus Exige Sport 350 segue  o objetivo da marca em criar automóveis leves – são apenas 1084 quilos – pelo recurso a materiais bastante leves e espalhados pelo motor, pelo habitáculo e até pelas jantes de liga leve fundidas em preto brilhante e com 17 polegadas na dianteira e 18 polegadas na traseira. O cockpit de dois lugares deste coupé pode parecer pequeno, mas este é um automóvel preocupado com a mais sensacional posição de condução.

Lotus Exige Cup 430 usado

O motor do Exige Cup 430 arranca dos zero aos 100 km/h em apenas 3,2 segundos e atinge uma potência máxima de 430 cavalos nunca antes vista na marca. A carroçaria foi construída com recurso a fibra de carbono e as jantes são de liga leve vermelhas ou pretas, além de existir uma asa traseira de grandes dimensões, para sentir-se realmente no céu. Em linguagem corrente, o design exterior permite maior agilidade deste automóvel nas curvas com uma aerodinâmica que convence os fãs da marca.

Lotus Evora GT410 Sport usado

Com o Lotus Evora GT410 Sport, a pequena marca britânica atinge os 100 000 veículos produzidos. Com carroçaria vermelha ou amarela e tejadilho prateado – nas configurações básicas -, o Evora GT410 Sport conta com uma aparência bastante sofisticada. Além do mais, a sua performance é de sonho e acelera até aos 100 km/h em 3,9 segundos. Utiliza um motor de 6 cilindros de 3.5 litros sobre-alimentado, que debita 410 cavalos a 7000 rpm e 420 Nm de binário, para uma condução precisa e divertida.

Lotus Elise Classic Heritage Edition usado

Não será muito fácil encontrar o Lotus Elise Classic Heritage Edition em segunda mão, uma vez que esteve limitado a 100 unidades. Ao nível do design é bastante influenciado pelos veículos de competição e apresenta quatro conjuntos de decorações distintos. Sob o capot desta versão encontramos facilmente um motor de 1.8 litros com quatro cilindros capaz de atingir os 220 cavalos. Provavelmente acabará por ficar na lista dos roadsters mais leves de sempre por ser um modelo com menos de 930 quilos de peso total.

Lotus Exige S RGB Special Edition usado

Contemplado pela primeira vez em Oisterwijk nos Países Baixos, o Lotus Exige S RGB Special Edition celebra Roger Becker, o antigo diretor de engenharia da Lotus. Com um motor sobre-alimentado de 1,8 litros, jantes ultra-leves, carroçaria com diferentes estilos, este é um automóvel exclusivo, sobretudo pela placa numerada e pela assinatura de Roger Becker na traseira. O chassis é ágil e brilha em qualquer situação, enquanto o volante é seguro. Pode ser encontrado com um dos seus packs adicionais – Touring, Sport e Performance – para transmitir ainda mais conforto.

Lotus Exige 350 Special Edition usado

A Lotus segue com a aposta em edições limitadas, sendo outra delas o Lotus Exige 350 Special Edition, onde facilmente identificamos o ADN dos carros de corridas que garantiram vitórias à fabricante. Esta edição limitada de 50 unidades provavelmente será aquela com os preços mais caros do mercado de semi-novos, sendo uma comemoração única dos 50 anos da fábrica da Lotus em Hethel. O coupé surpreende pela velocidade máxima de 274 km/h e pela caixa de transmissão manual de 6 velocidades que envia o poder do motor V6 turbo de 3.5 litros para o eixo traseiros.

Qual o preço do Lotus?

São variados os modelos e versões disponíveis no mercado, daí que o preço do Lotus seja distinto. Têm peso significativo outras particularidades como o ano de lançamento, o seu estado de conservação e obviamente o número de quilómetros que acumula. Se, por um lado, o Lotus Elise poderá partir dos 40 mil euros, um Lotus Exige 350 Special Edition, por ser limitado, poderá apresentar um custo mais elevado, superior a 80 mil euros.

 

Não se esqueça de pedir apoio à equipa de especialistas da Carplus que estão mais preparados para indicar o Lotus feito à sua medida. Esteja atento aos conselhos que lhe forem apresentados para que realize a melhor compra.

Combustível do Lotus

O combustível do Lotus poderá depender consoante o modelo, mas saiba desde já que a gasolina é o único tipo de combustível da marca. Portanto, nenhum dos diferentes Lotus Elise, Exige e Evora irão funcionar com o Diesel. Isto pode parecer eficaz sobretudo porque com a gasolina a marca garante consumos mais baixos.

 

Como exemplo, o Lotus Elise Sport 220 tem um consumo combinado de combustível de 7,9 litros a cada cem quilómetros, para emissões bastante económicas de 179 gramas por quilómetro. Quanto mais atlético e rigoroso pretenda ser o Lotus mais consome: o Evora Sport 410 gasta 10,2 litros a cada cem quilómetros e emite 230 gramas de dióxido de carbono a cada quilómetro. Para esclarecer todas as suas dúvidas dentro deste domínio, peça apoio num concessionário da Carplus.

;

Otras Noticias

Ford Puma Usado: Interior, Preço, Motor Hybrid e Opiniões

Ford EcoSport Usados: Titanium, Vignale, 4×4 e Preço

Citroën Ami Usado: Motor elétrico, Interior e Preço em Portugal